top of page

Como escolher plantas internas para a sua casa!

Atualizado: 28 de jun.


Leandro Arigoni, arquiteto paisagista da A Varanda floricultura, dá algumas dicas para escolher plantas internas.

Para um leigo é um processo um pouco difícil a compra de uma planta interna, ainda mais com tantos vídeos e informações divergentes na internet, e as vezes esta informações são dadas por produtores de plantas, que são especialistas em produção, mas não na observação diária de uma planta que está em uma condição de luz, água e temperatura muito diferente do que foi produzida. Então o que passaremos aqui é a observação do nosso dia a dia e lembrando que neste post falaremos de plantas de médio porte para vasos.

A primeira observação a fazer é a quantidade luz que esta planta vai receber, as vezes pode ser um ambiente todo fechado, ou pode estar do lado de uma imensa janela. Para locais de pouca iluminação eu aconselhamos o Bambu da Sorte ou Lucky Bamboo com alguns chamam, é umas espécies mais tolerantes a locais escuros, mas que necessitam de um mínimo de claridade. Para locais com um pouco mais de claridade, aconselhamos a jibóia, o filodendro oxycardiun e sanseveria que ainda tem a vantagem de precisar de pouca água. Para locais mais iluminados pode ser utilizado a pleomele verde.

Se tivermos locais com muita luz, a quantidade de espécies aumenta bastante, podemos utilizarmos todas as que foram citadas até agora e incluirmos nesta lista, Ficus lirata, Ficus elastica, Pleomele variegata, Chamaedorea seifrizzi ou microspadix e outras.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentarer


bottom of page